Lista: os melhores jogos de Olimpíadas para os videogames


Tenha você histórico de atleta ou não, muito provavelmente suas chances de participar dos Jogos Olímpicos se limitam a acompanhá-los a distância. Mas quem busca emoções além de ficar torcida durante as Olimpíadas de Tóquio pode se arriscar nos games inspirados na histórica competição. Preparamos a seguir uma lista com alguns dos títulos mais interessantes lançados nos videogames.

‘Olympic Gold’, da Sega, tinha personagens jogáveis de oito países. Crédito: Sega/Reprodução

Olympic Gold: Barcelona 92

publicidade

Muito provavelmente o primeiro evento olímpico acompanhado por quem nasceu em meados dos anos 1990, Barcelona 92 ficou marcada por questões geopolíticas da época, como o fim da União Soviética, unificação da Alemanha e abolição do apartheid na África do Sul. Transposta para os videogames em ‘Olympic Gold’, a competição virou um simpático título para Mega Drive, Master System e Game Gear. Sobretudo no console de 16 bits, o jogo da Sega chamava a atenção pelas cores vívidas e gráficos consideravelmente arrojados para época.

Leia também:

Sydney 2000

Publicado pela Eidos, ‘Sydney 2000’ parece hoje menos vistoso do que duas décadas atrás, já que o visual poligonal típico do PlayStation é bem menos charmoso do que os aspecto pixelado das gerações anteriores. De todo modo, o jogo representou um grande avanço entre os títulos do gênero, com a adição de narração para as partidas e maior realismo em algumas práticas esportivas, graças aos gráficos em 3D. Com 12 modalidades, o game trouxe uma boa variedade, com incluindo opções como levantamento de peso, tiro ao prato e nado livre.

Corrida é uma das modalidades mais presentes nos jogos inspirados nas Olimpíadas. Crédito: Eurocom/Reprodução

‘Athens 2004’

Mas é claro que a realização de uma edição das Olimpíadas justamente no lugar que é o berço do torneio renderia também um jogo para os videogames. Distribuído pela Sony, o título saiu para PlayStation 2, Dreamcast e PC. ‘Athens 2004’ pode ser considerado uma evolução natural do jogo oficial das Olimpíadas lançado anteriormente. O avanço dos anos e as melhorias proporcionadas pela segunda geração de PlayStation trouxe gráficos aprimorados em relação ao ‘Sidney 2000’ e um escopo maior para o jogo. São 15 modalidades, além de opções de atletas de 64 países, incluindo o Brasil.

Imagem mostra personagens da Nintendo em campo de futebol.
Um dos melhores minigames do jogo é o de futebol, que tem jogabilidade similar à dos títulos da franquia ‘Mario Strikers’. Crédito: Nintendo/Reprodução

Mario & Sonic’ at the Rio 2016 Olympic Games

É verdade que a série ‘Mario & Sonic’ passa longe de qualquer tentativa de reproduzir com fidelidade os jogos olímpicos nem se propõe a ser uma simulador de modalidades esportivas. É exatamente por esse descolamento da realidade que o título consegue se sair mais interessante e divertido do que boa parte de seus pares mais sérios. Apesar de trazer personagens com superpoderes e carregar os exageros típicos dos games de esportes de Mario e cia., o jogo reproduz as instalações da Vila Olímpica do Rio de Janeiro. Disponível para WiiU e 3DS.

Champion Island

É verdade que Tóquio teve seu game oficial, ‘Olympic Games Tokyo 2020’, lançado para PlayStation 4, Nintendo Switch, Xbox One e PC. Porém, além de ter passado quase despercebido com o adiamento dos Jogos Olímpicos em 2020, a verdade é que não trazia grandes novidades. Muito mais charmoso e empolgante é ‘Champion Island’, um Doodle especial do Google em comemoração à Olimpíada. Concebido para rodar no navegador, o Doodle tem estética da era 16 bits e ainda tem belas animações que contam a história do protagonista, o gatinho Lucky. Além dos minigames com modalidades diversas, como skate, tênis de mesa e nado sincronizado, o jogo traz elementos de RPG, com um cenário amplo para exploração e NPCs para interagir. O joguinho está disponível na página inicial de buscas do Google e também pode ser acessado por aqui.

Menção honrosa

Imagem mostra versão do jogo para Mega Drive. Cena exibe patinadora caída em cenário de praia.
Conhecido no Brasil como ‘Jogos de Verão’, game tinha dificuldade alta em algumas modalidades. Crédito: Epyx/Reprodução

Falando de jogos de esportes é difícil não mencionar o clássico ‘California Games’. É verdade que não é baseado nas Olimpíadas, mas algumas das modalidades vistas por lá hoje em dia foram incluídas na competição global, como skate e surfe. Lançado originalmente para computadores em 1987, o fez sucesso no Brasil com seu porte para consoles e com o título traduzido para ‘Jogos de Verão’. Os gráficos vibrantes e a presença de esportes até então pouco vistos nos videogames, como peteca e frisbee, eram diferenciais do jogo. O grande defeito, porém, é o nível de dificuldade por vezes um tanto elevado, fator agravado pelos controles não tão precisos.

Já assistiu aos nossos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!





LEIA A MATÉRIA ORIGINAL